Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1436
Title: Inclusão educativa: realidade ou utopia? Perceções dos pais de crianças com necessidades educativas, em relação à sua inclusão educativa no ensino básico
Authors: Alves, Ana Isabel Martins de Oliveira
Orientador: Sousa, Júlio
Keywords: Educação especial
Inclusão
Relação pais-escola
Issue Date: 11-Mar-2014
Abstract: A família é uma estrutura complexa de laços afetivos, na qual há uma consequência mútua entre o (des)equilíbrio gerado por circunstâncias de mudança e a resposta dada por cada um dos seus elementos. O nascimento de uma criança é uma dessas situações, sendo que a partir da notícia da gravidez, inicia-se um processo de idealização da criança vindoura, principalmente por parte dos pais, que vai sendo gradualmente substituída pelo filho real. Esta rutura exige uma constante adaptação à realidade, sendo as alterações na estrutura familiar e o desfasamento da realidade mais claros e significativos quando se trata de uma criança com uma NEE. A partir do momento em que é dada a notícia aos pais de que o seu filho tem uma NEE, são vários os desafios que os mesmos têm de enfrentar e ultrapassar. A entrada da criança na escola é um momento marcante na vida familiar, sendo a sua escolha uma das decisões importantes a ser tomada. Uma vez que será aí que, para além da aprendizagem académica, a criança irá desenvolver as suas competências na realização de atividades de vida diária, os pais acreditam que uma escola inclusiva será capaz de responder a tais premissas. Aos olhos das famílias, e mais concretamente dos pais de crianças com NEE, a Escola Inclusiva é uma realidade ou será apenas uma utopia? Os pais acreditam na inclusão educativa e estão satisfeitos com as escolas, porém sentem ainda a impreparação destas para responder às especificidades das crianças com NEE.ABSTRACT The family is a complex structure of affective ties, in which there is a mutual result between the (im)balance generated by changing circumstances and the response of each of its elements. The birth of a child is one of those situations, and from the news of the pregnancy, begins a process of idealization of the coming child, mainly by the parents, which is gradually replaced by the real son. This rupture requires constant adaptation to reality, so the changes in the family structure as the mismatch from the reality are clearer and more significant when it comes to a child with Special Educational Needs (SEN). From the moment the news is given to parents that their child has SEN, there are several challenges that they have to face and overcome. The entry into school is a defining moment in family life, and its choice is an important decision to be taken. Once there the child, in addition to academic learning, will develop his skills in performing daily activities. So parents believe that an inclusive school will be able to respond to these assumptions. In the eyes of families, and more specifically of parents of children with SEN, is the Inclusive School a reality or is it merely a utopia? Parents believe in inclusive education and are satisfied with schools, but still feel them unprepared to meet the specific needs of children with SEN.
Description: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti para a obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialização em Educação Especial
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1436
Appears in Collections:

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TM_2013_EE.Ana IsabelAlves.pdfDocumento principal2.22 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.