Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1467
Title: A Gestão da dualidade Afetos/Limites, numa sala de 4 anos
Authors: Estêvão, Sandra
Orientador: Cortesão, Irene
Keywords: Educação pré-escolar - competências sociais
Issue Date: Jun-2014
Abstract: O presente relatório de estágio retrata a evolução da prática profissional experienciada ao longo do ano letivo 2013/2014, no contexto de uma sala de 4 anos de jardim de Infância, tendo a duração de 8 meses. As experiências vividas foram muitas e diversas e pretende-se aqui fazer uma reflexão da prática vivia, sustentada por um enquadramento teórico que aqui também se apresenta. Da prática vivenciada emergiu uma problemática que aqui se pretende explorar: as crianças em idade pré-escolar são muito afetuosas e criam relações com as mais diversas pessoas através da brincadeira. Numa fase inicial, para se conseguir uma integração plena na sala foram necessários bastantes momentos de brincadeira livre, abraços e troca de afetos para então existir a criação de um vínculo, com o grupo e com cada criança em particular. Mas não só de afetos vivem as crianças, estas necessitam também de conhecer limites e de ter regras para saberem manter uma conduta na sociedade. E isto foi claro durante a profissionalização: as crianças mostraram ter tendência confundir proximidade com falta de autoridade, o que levantou questões importantes no dia-a-dia da sala Assim, defende-se aqui que a disciplina é segundo presente mais importante que um educador pode dar a uma criança, sendo que o amor vem em primeiro lugar. Os limites, em parceria com os afetos, transmitem confiança à criança e ajudam-na a crescer plenamente.This internship report portrays the evolution of professional practice experienced throughout the school year 2013/2014, in the context of a room of 4 years of kindergarten, having a duration of 8 months. The experiences were many and diverse, and we intend to make a reflection of the practice lived, supported by a theoretical framework that presents itself here too. Experienced practice emerged a problematic here aims to explore: the pre-school age children are very affectionate and create relationships with the most diverse people through play. At an early stage, to achieve a full integration in the room it took quite a few moments of fun, hugs and free exchange of affections to then exist to create a bond with the Group and with each particular child. But not only of affects live children, they need also to know limits and rules for knowing maintain a conduct in society. And this was clear during the professionalization: the kids showed to have tendency to confuse closeness with lack of authority, which raised important issues on a day-to-day basis in the classroom Thus, argues that the discipline is second most important gift that an educator can give a child, being that love comes first. The limits, in partnership with the affections, convey the child confidence and help to grow fully.
Description: Relatório de estágio para a obtenção do grau Mestre em Educação Pré-Escolar
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1467
Appears in Collections:

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TM-PE-2014SANDRAESTEVAO.pdfDocumento principal8.24 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.