Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1493
Title: Mediação na redução de riscos e minimização de danos na toxicodependência: práticas e desafios
Authors: Simão, Estela Adriana da Rocha
Orientador: Gomes, Miguel Prata
Silvestre, Agostinho
Keywords: Redução de Riscos e Minimização de Danos (RRMD)
Toxicodependência
Issue Date: 7-Nov-2014
Abstract: Na sociedade atual, temos assistido a preocupações emergentes e a novos caminhos de intervenção comunitária que pretendem responder adequadamente a cada situação. Estando a sociedade em constante evolução, também as respostas sociais se vão modificando e adaptando a problemas que “conhecemos” desde sempre (ou, pelo menos, procuramos conhecer) que, contudo, adquiriram outras perspetivas. É exatamente neste sentido, que surge esta investigação na área da Redução de Riscos e Minimização de Danos (RRMD) na toxicodependência que aborda o fenómeno da toxicodependência para além do modelo de doença, perspetivando-a como um estilo de vida. A modalidade de RRMD concretiza-se através da atuação de equipas multidisciplinares, que passa não só pela troca de material ou assistência local imediata, mas também pela mediação. O objetivo desta investigação é compreender de que forma a mediação é assumida na ação de duas equipas específicas de RRMD, no âmbito da toxicodependência. Tratando-se de um estudo de caso, recorreu-se à aplicação de entrevistas semiestruturadas a um total de dois técnicos e quatro utentes de duas equipas de rua que englobam zonas diferentes da cidade do Porto – Projeto Rotas com Vida (Associação Norte Vida) e Projeto Elos (Arrimo). Os dados desta investigação revelaram que a mediação é assumida no trabalho destas equipas de rua, sobretudo como um processo de facilitação no acesso dos utentes a outros serviços, pressupondo negociações entre técnicos – utentes e um trabalho em rede e parceria com variadas estruturas. Concluiuse ainda que este processo pressupõe uma relação de “proximidade” e comunicação com o utente, no sentido de corresponder às suas necessidades, atendendo às reais possibilidades. Contudo, sentiu-se necessidade de realçar a questão da aquisição de ferramentas específicas para a mediação. Para isso, desenhou-se uma proposta muito genérica de um projeto de intervenção. Sucintamente, a mediação apresenta-se como parte integrante do trabalho desenvolvido pelas equipas de rua analisadas, como um meio de estabelecer pontes de ligação entre os seus utentes, comunidade envolvente e serviços. Abstract In today's society, we have witnessed emerging concerns and new ways of community intervention wishing to respond appropriately to each situation. Being a constantly evolving society, the social responses also will be modifying and adapting to the problems that we "know" since forever (or at least seek to know) which, however, have acquired other perspectives. It is exactly this connection that arises this research in Reducing Risk and Harm in addiction that addresses the phenomenon of addiction beyond the disease model, envisaging it as a lifestyle. The modality of RRMD is achieved through the work of multidisciplinary teams, which involves not only the exchange of material or immediate local assistance, but also mediation. The aim of this research is to understand how mediation is assumed in the action of two specific teams for risk reduction and minimization of damage within the addiction. Since this is a case study, we resorted to the application of semistructured interviews with a total of two professionals and four users from two street teams that encompass different areas of the city of Porto – Project Rotas com Vida (Association Norte Vida) and Project Elos (Arrimo). Data from this study reveal that mediation is assumed in the work of these street teams, especially as a process of facilitating the access of users to other services, assuming negotiation between technicians and users and a whole networking and partnership with various structures. It was concluded that this process presupposes a relationship of "proximity" and communication with the patient, in order to meet their needs, taking into account the most appropriate possibilities. However, it was felt necessary to highlight the issue of acquisition of specific tools for mediation. For this, it was drawn up a very general proposal of an intervention project. Briefly, mediation is presented as an integral part of the work carried out by street teams analyzed as a means to bridge the connection between its users, and local community services.
Description: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti para obtenção do grau de Mestre em Intervenção Comunitária, especialização em Educação Para a Saúde
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1493
Appears in Collections:

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TM_2014-MIC-Estela Simao.pdf.pdfDocumento principal7.87 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.