Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1516
Title: Narrativa autobiográfica: relatos de vida marcados pela fobia escolar de um aluno
Authors: Pinto, Paula Maria de Sousa Moreira da Costa
Orientador: Sousa, Júlio
Keywords: Supervisão pedagógica
Fobia escolar
Issue Date: 19-Dec-2014
Abstract: Pensar na qualidade educativa do século XXI significa apostar no conceito de Educação Inclusiva e (re)pensar a escola de forma a promover uma sociedade onde cada um se sinta respeitado nas suas diferenças e possa exercer o seu direito de cidadania. A escola deve assumir uma perspetiva de inclusividade para enfrentar os desafios que a sociedade atual coloca à educação. Os referenciais de hoje apelam à necessidade de uma escola de todos e para todos, onde a diferença não é sentida como ameaça, e onde todos se sentem respeitados e são ajudados a construir uma identidade de que possam sentir orgulho. O professor é o elemento-chave da mudança. Ensinar exige mais do que conhecimentos da matéria, impõe como requisitos essenciais gostar da matéria, de forma a despoletar nos alunos o gosto ou até a paixão pelo que está a ser ensinado, e assumir a postura de que o professor não só ensina mas também aprende, especialmente quando reflete sobre a sua prática e os resultados dos seus alunos. Através da narrativa autobiográfica, um profissional da educação dá voz a relatos de vida vivenciados em contexto escolar marcados por um aluno com fobia escolar. Este trabalho de projeto partiu da necessidade de conseguir dar resposta à seguinte questão: A escola está preparada para compreender uma problemática como a fobia escolar e desenvolver adequadas estratégias de intervenção que permitam o seu tratamento em contexto escolar? Os professores do CT, através do trabalho colaborativo, deram resposta ao desafio conseguindo motivar o aluno a vir à escola e promovendo o seu sucesso escolar. O acompanhamento que a DT prestou ao aluno facilitou a organização do seu estudo em casa e ajudou-o a ultrapassar algumas das suas dificuldades de aprendizagem, o que favoreceu o aumento da sua autoestima e motivação para investir na vida académica. A família revelou-se uma forte aliada neste processo de tratamento do seueducando em contexto escolar contribuindo de forma consciente e deliberada para o regresso do filho à escola. A pedopsiquiatra, que demonstrou sempre inteira disponibilidade para colaborar com a escola e a família, desempenhou um papel fundamental no sucesso deste caso. ABSTRACT: To think about the educational quality of the twenty-first century means relying on the concept of inclusive education and (re) think the school to promote a society where everyone feels respected in their differences and able to exercise his right of citizenship. The school must take a perspective of inclusiveness to meet the challenges that today's society places to education. Today’s referentials appeal to a school for everyone and for all where the difference is not felt as a threat andwhere everyone feels respected and are helped to build an identity to be proudof.Teachers are a key element for the change. Teaching requires more than the knowledge of subjects, it demands loving it in order to trigger the student’s attention and even their passion for what is being taught. Teachers should assume the position that each one not only teaches but also learns, especially if they think over their practice and the results with their students. Through an autobiographical narrative, a professional of education gives voice to stories of his life, lived in a school context marked by a student with school phobia. This research project started from the need to be able to answer to following question: Is school prepared to understand an issue as school phobia and to be able to develop the appropriate intervention strategies that enable its treatment in the school context? Teachers of the class council, through a collaborative work, have responded to the challenge and managed to motivate the student to come toschool and contributed to his academic success.The support and monitoring that the class director provided to the student,helped him to organize the home work and the study. As a result, the student. overcame some of their learning difficulties that contributed to an increased selfesteem and motivation to invest in academic life. The student family proved to be a strong ally in this process of treatment and reorientation, contributing consciously and deliberately to return the child to school.A child psychiatrist, who always showed full willingness to cooperate with the school and the family, played a key role in the success of this event.
Description: Trabalho de projeto apresentado à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação, Especialização em Supervisão Pedagógica
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1516
Appears in Collections:Supervisão Pedagógica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TM_2014-SUP-PaulaPinto.pdf.pdfDocumento principal3.13 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.