Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1123
Title: A abordagem da leitura e da escrita na educação pré-escolar. Das conceções às práticas e das práticas às conceções
Authors: Alves, Carla Sónia Ferreira
Orientador: Silva, Maria Cristina Vieira
Keywords: Profissão docente
Supervisão pedagógica
Aprendizagem--leitura--escrita
Educação pré-escolar
Formação de professores
Issue Date: Sep-2011
Citation: ALVES, Carla Sónia Ferreira – A abordagem da leitura e da escrita na educação pré-escolar: das conceções às práticas e das práticas às conceções. Porto : [ed. autor], 2011. 187 f. Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Supervisão Pedagógica, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti sob a orientação da Professora Doutora Maria Cristina Vieira da Silva
Abstract: Sendo a sociedade em que vivemos cada vez mais complexa, é sob este paradigma de complexidade que devemos olhar, hoje, a escola e analisar o seu papel e o papel dos agentes educativos que nela trabalham. É fundamental que a escola, assumindo a sua função socializadora e educadora, forme profissionais de educação que sejam capazes de proporcionar e garantir aos seus alunos os instrumentos essenciais para a aprendizagem: os conhecimentos, as atitudes e as competências indispensáveis para que estes possam conjugar as condições essenciais de forma a que, também eles, compreendam a complexidade do mundo que os rodeia. As múltiplas investigações realizadas no âmbito da educação e a experiência de várias décadas de formação de professores no nosso país evidenciam que a formação não se pode limitar apenas a uma dimensão académica, mas deve integrar cada vez mais uma componente prática e reflexiva, o que promoverá o reconhecimento e a identificação dos principais caminhos a seguir na prática profissional. É importante que se recorra a processos de formação que encarem o conhecimento como algo que se vai construindo e reconstruindo, mediante a ação individual e coletiva dos indivíduos. Vários estudos têm demonstrado o papel e a influência dos contextos e dos ambientes em que as crianças estão inseridas sobre os seus conhecimentos no âmbito da linguagem oral e da escrita e sobre a emergência dos mesmos. As práticas formais e informais, desenvolvidas pelos educadores de infância, nesta área têm subjacentes diversas conceções acerca do papel dos educadores, bem como do próprio processo de ensino-aprendizagem. Na elaboração desta investigação, a recolha de dados decorreu no âmbito das atividades de formação e de supervisão referentes à unidade curricular de prática pedagógica do 1º ano do mestrado em educação pré-escolar, da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, no ano letivo 2010/2011, tendo como participantes dez IV formandos futuros educadores de infância e quatro educadoras cooperantes. Como instrumentos específicos para recolha de dados, utilizou-se o inquérito por questionário, aplicado aos formandos e aos educadores cooperantes e a observação e análise dos portefólios reflexivos de estágio construídos ao longo do ano letivo, apoiada por uma grelha de observação e um guião de entrevista semiestruturada aplicada aos formandos no momento de observação e análise dos seus portefólios. Os resultados apontam para a influência quer dos supervisores das instituições cooperantes, quer dos próprios contextos de ação onde os formandos iniciaram a sua prática pedagógica ao nível do desenvolvimento de competências de reflexão crítica e de intervenção no âmbito da abordagem da leitura e da escrita, a partir do recurso a estratégias de formação e supervisão de forma reflexiva e institucional. De uma forma geral, o estudo reforça a importância de contextos que estimulem a formação de profissionais reflexivos e críticos, demonstrando o papel das estratégias de supervisão e a centração na reflexão sobre as práticas em situação.
Having the awareness that our society is more and more complex, we should, regarding this complexity, look at and observe the school and thoroughly analyze its role and the one of the teachers who work in it. In itself, the school has a social and educational function; therefore, it is crucial to train education professionals who will be willing and able to assure the best learning instruments for their students, the most suitable attitudes and the indispensable skills so that these students can acquire the necessary conditions that will lead themselves to better understand the complexity of their surrounding world. The different kinds of research projects done regarding education and the background experience of teacher training in our country show that teacher training shouldn´t just have an academic dimension. Teacher training should integrate a more practical and reflexive component, which, in its way, will promote the recognition and V identification of the main patterns to follow in a teacher´s practical context. It is of the utmost importance that the training process faces knowledge as a continuing area that is progressively built, rebuilt, reshaped through individual and group action. Several studies have shown the importance of contexts and environments and the close relationship between these both. Children are very susceptible to context / environment which will have an impact on their knowledge and ultimately on their reading and writing skills. The formal and informal practices of early childhood educators are closely linked to the conceptions and concepts about educators, as well as specifically linked to the teaching/learning process. The data collection was forfeited in the context of the training and supervision activities, referring to the discipline of pedagogical practice of the fourth year of the masters degree in preschool teaching, in Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, year of - 2010/2011, having participated ten trainees (next to be preschool educators) and four experienced preschool trainers. The instruments used in order to collect the data were the questionnaire (applied to the ones referred above), the observation and analysis of reflexive portfolios written throughout the training year, an observation grid system and a semi-structured interview applied to the trainees in the observation and analysis moments regarding their portfolios. The results tend to show that there is a clear influence of several elements in the trainees´ pedagogical practice, such as: the supervisors actions, the different action contexts, the different institutions where the trainees were trained – these elements clearly had an impact on the trainees´ critical and reflexive skills. In the overall, this study reinstates the importance of the contexts that stimulate the training of reflexive and critical professionals, showing also the part of the supervising strategies and the part of reflecting inwards and towards action research.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1123
Appears in Collections:Supervisão Pedagógica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TM-ESEPF-SUP_2011_TESESCARLAALVES.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.