Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1124
Title: Auxiliares de ação educativa nas IPSS: competências e desempenho
Authors: Ribeiro, Carlos Filipe Lourenço
Orientador: Craveiro, Clara
Issue Date: Apr-2012
Abstract: O tempo passa e com ele mudam as necessidades, sejam elas necessidades pessoais, profissionais ou institucionais, a única coisa que se pode afirmar verdadeiramente constante é a necessidade de evoluir. Hoje em dia o AAE, Auxiliar de Ação Educativa, é um profissional completamente diferente daquilo que era no início do século, hoje em dia as IPSS, Instituições Particulares de Segurança Social, assumem-se como instituições educativas completamente diferentes daquilo que eram quando surgiram, a junção destes dois fatores com a evolução da sociedade leva a que necessitemos hoje em dia de um ensino pré-escolar virado para o futuro, para tal, cada vez mais se exige que as instituições possuam nos seus quadros pessoal com as competências necessárias para o desempenho das funções que lhes estão destinadas. No caso dos Docentes esse aspeto está claramente definido, fruto da formação específica pela qual passaram, mas no caso dos AAE essa definição já não é assim tão exata, apesar de ter existido nas décadas mais recentes uma evolução a este respeito, mesmo assim continuam a existir alguns resquícios de nebulosidade acerca deste tema. Torna-se premente a existência de um Quadro de Competências que consiga definir corretamente, de acordo com a necessidade das Instituições Educativas, e de acordo com as necessidades dos AAE, quais as competências que estes devem possuir para o correto desempenho das suas funções, só assim poderemos ter AAE que desempenhem as suas funções de forma completamente formada e informada. É aqui que entra em jogo outra questão muito importante, a Formação Profissional, esta assume-se como extremamente importante nos dias que correm e permitirá fazer frente as constantes transformações a que está sujeito o sistema de ensino e as leis que o regem. Este trabalho tem como objetivo a criação de um quadro de competências adequado às IPSS e aos AAE que foram alvo desta investigação, tendo sempre em conta que as IPSS são um tipo de instituição que se regem por regras algo diferentes do ensino público.
Time goes by and with time the needs change; it does not matter if we are talking about personal, professional or institutional needs. The only thing one can affirm as being truly constant is the need to evolve. Nowadays, the AAE - Auxiliar de Ação Educativa (Education Auxiliary), is a completely different professional in comparison to what he/she was in the beginning of the century. At the present time the IPSS - Instituições Particulares de Segurança Social ( Private Social Solitary Institutions), establish themselves as educational institutions completely different from what they were when they first appeared, the junction of these two factors with the society’s evolution leads to a present need of a pre-school education inclined to the future and to do so, institutions are been demanded to possess their human resources duly trained in order to execute the necessary competences during the performance of their tasks. With regards to the Docents this aspect is clearly defined, since it is the result of the specific training that they’ve been through, but concerning the AAE, this definition is not so precise, in spite of existing evolution on this field in the late decades, there’s still a little foggy commotion on this matter. It becomes urgent the existence of a Board of Competences capable of defining correctly, according to Educational Institutions’ needs and in harmony with the AAE’s needs, the competences that these must possess to duly carry out their tasks. Only then we can have AAE capable of performing their tasks in a complete trained and informed way. This is when another very important question arises: the Professional Training. This emerges as an extremely important question at the present time which will allow the confrontation between the constant changes that the education is subject to and the laws that rule it. This work has the purpose of creating a board of competences adequate to the IPSS and the AAE that were subject to a meticulous investigation, always bearing in mind that the IPSS are a type of institution that govern themselves by rules very different forms those that govern the public education.
Description: Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Supervisão Pedagógica, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11796/1124
Appears in Collections:Supervisão Pedagógica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TM_SUP_CARLOS RIBEIRO2012.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.