Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/2409
Title: Memória e Compreensão Verbal em Crianças com Dificuldades Fonológicas
Authors: Marques, Carla
Orientador: Lima, Rosa
Keywords: Educação Especial
Processos fonológicos
Compreensão verbal
Memória verbal
Issue Date: 19-Oct-2016
Abstract: O presente trabalho propõe-se analisar as características de quinze crianças com dificuldades de linguagem, comparando-as com quinze crianças que apresentam desenvolvimento linguístico típico, a nível da produção das consoantes líquidas nos diferentes formatos silábicos, relacionando esta produção, com as suas competências de compreensão e memória auditivas. Para a realização deste estudo utilizaremos diferentes instrumentos. A fim de analisarmos as características fonológicas do discurso oral utilizamos a prova P.A.F.F.S. (Prova de Avaliação Fonológica em Formatos Silábicos), para avaliarmos a compreensão auditiva recorremos ao subteste de memória auditiva do I.T.P.A. – Teste das Competências Psicolinguísticas de Illinois (Mc Carthy e Kirk, 1961), e para avaliarmos as competências a nível da memória e compreensão verbal utilizamos os subtestes que compõem a Prova de Perceção Auditiva: Memória e Compreensão Verbal (Lima et al, 2015). Os resultados obtidos na P.A.F.F.S. indicam que as crianças com dificuldades de linguagem evidenciaram dificuldades na produção das consoantes líquidas. Estas dificuldades manifestam-se pela percentagem reduzida de consoantes líquidas corretamente produzidas e pela quantidade de processos fonológicos em que incorreram, destacando-se a omissão para o fonema // e /R/, a semivocalização para o fonema // e a epêntese para o fonema //. Verificaram-se diferenças estatisticamente significativas, na produção dos diferentes fonemas entre este grupo e o grupo das crianças sem dificuldades de linguagem. Entre o grupo experimental e o grupo de controlo não encontramos diferenças estatisticamente significativas a nível da compreensão auditiva, embora o desempenho das crianças sem dificuldades de linguagem tenha sido substancialmente superior e mais próximo da sua idade cronológica. Nos testes de memória verbal houve diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos, o que nos levou a concluir que existe correlação entre o nível de desempenho na memória verbal as competências linguísticas a nível fonológico
This study aims to analyze the characteristics of fifteen children with language difficulties, comparing them with fifteen children with typical language development, in the production of liquid consonants in different syllabic formats, relating this production with their skills in comprehension and auditory memory. For the realization of this study will use different instruments. In order to analyze the phonological features of oral speech used the test P.A.F.F.S. (Phonological Assessment Test in Syllabic Formats), to evaluate the comprehension abilities we used the o auditory memory subtest of the I.T.P.A. - Test of Psycholinguistic Skills Illinois (Mc Carthy and Kirk, 1961), and to evaluate the skills level of verbal we used verbal memory subtests that are part of the Perception Hearing Proves: Memory and Verbal Comprehension (Lima et al, 2015). The results obtained in P.A.F.F.S. indicate that children with language difficulties showed difficulties in the production of liquid consonants. These difficulties are manifested by the small percentage of correctly produced liquid consonants and the amount of phonological processes incurred, highlighting the failure for the phoneme // and /R/, the semivocalization for the phoneme // and epenthesis for the phoneme /l/. There were statistically significant differences in the production of different phonemes between this group and the group of children without language difficulties. Between the experimental and the control groups we did not find statistically significant differences in comprehension, although the performance of children without language difficulties has been substantially higher and closer to their chronological age. In verbal memory tests there were statistically significant differences between the two groups, which led us to conclude that there is a correlation between the level of performance in verbal memory language skills and the phonological level
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11796/2409
Appears in Collections:

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
memoria_e_compreensao_verbal_em_criancas_com_dificuldades_fonologicas.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.