Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11796/2729
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRamalho, Rui-
dc.contributor.authorGonçalves, Fernanda Cristina-
dc.date.accessioned2019-01-08T09:49:21Z-
dc.date.available2019-01-08T09:49:21Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationRamalho, R. & Gonçalves, F. C. (2018). À descoberta do Scratch Júnior por crianças de 4/5 anos. In III Encontro Internacional de Formação na Docência (INCTE): livro de atas (pp. 571-575). Bragança: Instituto Politécnico. ISBN 978-972-745-241-5. Disponível em http://hdl.handle.net/10198/17381pt_PT
dc.identifier.isbn978-972-745-241-5-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.11796/2729-
dc.description.abstractTendo como referência as orientações curriculares para a Educação Pré-escolar onde sugere que as crianças usem no dia-a-dia como recursos pedagógicos ou de lazer os recursos tecnológicos, implementamos um projeto de construção de robôs no jardim-de-infância, utilizando o ScratchJr para introduzir o pensamento computacional e a programação num grupo de 16 crianças de 4/5 anos. A educadora proporcionou diferentes atividades e estratégias, tais como, a criação de pequenos projetos e histórias proporcionando às crianças aprendizagens transversais e possibilitando exprimirem-se de forma criativa. Esta estratégia permitiu proporcionar igualdade de oportunidades a todas as crianças de explorarem instrumentos tecnológicos que de outra forma não teriam acesso. Como objetivos definimos, a manipulação de dispositivos móveis promovendo a literacia digital, desenvolvimento do pensamento computacional através da resolução de problemas e proporcionar aprendizagens diferenciadas nos domínios da geometria e medida e dos números e operações. A metodologia utilizada foi o paradigma qualitativo, utilizando como instrumentos de recolha de dados, grelhas de observação e um inquérito de satisfação. Na análise aos resultados, constatamos que as crianças através da criação dos seus próprios jogos ou histórias, estão mais predispostas a realizarem diferentes aprendizagens em grupo de dois, a adquirirem conhecimentos nas diferentes áreas de conteúdo e em particular nos números e operações. Com esta experiência estamos convictos que a programação com ScratchJr é possível em contexto de jardim-de-infância possibilitando à criança desenvolver competências nas diferentes áreas de conteúdo, potenciando a sua criatividade e desenvolver a sua literacia digital.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisherInstituto Politécnico de Bragançapt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.subjectLinguagem de programação -- scratchpt_PT
dc.subjectTecnologia educativapt_PT
dc.subjectRobótica em educação pré-escolarpt_PT
dc.subjectRobótica Educativapt_PT
dc.titleÀ descoberta do Scratch Júnior por crianças de 4/5 anospt_PT
dc.typearticlept_PT
degois.publication.firstPage571pt_PT
degois.publication.lastPage575pt_PT
degois.publication.locationBragançapt_PT
degois.publication.titleIII Encontro Internacional de Formação na Docência (INCTE): livro de ataspt_PT
dc.peerreviewedyespt_PT
dc.relation.publisherversionhttp://hdl.handle.net/10198/17381pt_PT
Appears in Collections:Conferências: comunicações, artigos publicados em Atas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
incte18 ScratchJunior571-575.pdf207.35 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.